Visitantes do jornal Na Boca do Povo online

30 de abril de 2008

Nozinho avisa que não vai entrar no clima de provocações e denúncias

Nota do Prefeito Nozinho
O prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Raimundo Nonato Barcelos (Nozinho, do PDT), disse que vai colocar seu nome á disposição do partido como candidato á reeleição, mas que não abre mão de fazer uma campanha limpa e de alto nível. “Colocarei meu nome á disposição do partido e do povo já avisando que não aceito e não entro em clima de provocação e de denúncias eleitoreiras”, disse Nozinho, para quem campanha política é oportunidade para apresentar propostas e discutir os problemas do município. Ele explicou que como prefeito tem dado exemplo de respeito e de tolerância diante das provocações da oposição, mas que prefere aumentar o ritmo de trabalho do que alimentar o bate boca.
“Na próxima semana estarei reunindo os presidentes dos partidos aliados que dão sustentação política ao governo para avisar que não aceito transformar a campanha política em guerra de interesses pessoais ou de grupos, com ataques e provocações”, garantiu o pedetista. Nozinho lembrou que São Gonçalo está vivendo uma nova época, passando por seu grande momento de oportunidade de desenvolvimento e que o povo precisa de todas as suas lideranças trabalhando para melhorar a qualidade de vida em todos os setores. “Quero o compromisso de todos os meus companheiros para continuarem me ajudando, mas vou exigir uma campanha séria e bonita, como espera e merece a população de São Gonçalo”, insistiu ele.
Nozinho lembrou que ainda faltam dois meses para o início da campanha política e que os partidos aliados nem começaram a discutir nomes ou propostas. O prefeito afirma que seu governo ainda tem muito trabalho a realizar antes do início da campanha eleitoral e citou a conclusão da Escola Integral, da Nova Ponte, a escola do Senai, o Calçadão da Baixada, a Igreja do Rosário, as Novas Avenidas e a pavimentação asfáltica da rodovia que liga São Gonçalo á Chapada, como prioridades que exigem muita atenção e trabalho de seu governo.
Nozinho foi vereador e presidente da Câmara de São Gonçalo, sendo eleito prefeito em 2004 com uma das maiores votações já registradas no município. “Sempre fiz a política do entendimento e do respeito e não vai ser agora, como prefeito, que vou abrir mão de meus princípios e do compromisso de fazer política com ética”, insistiu ele afirmando que em política ele acredita mais em trabalho do que em discurso.

25 de abril de 2008

Santa Bárbara inaugura Parque Recanto Verde com grande festa

Música, oficinas culturais, teatro, esporte, pedalinhos, lazer, muita diversão e um grande público. Esse foi o saldo da inauguração do Parque Recanto Verde, em Santa Bárbara, no último dia 20 de abril. O Parque, uma extensa área de preservação, convivência ambiental e de lazer, foi totalmente revitalizado graças a uma ação da Prefeitura em parceria com o Governo Federal, através do Ministério do Turismo. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 700 mil, incluindo as obras civis e o paisagismo, sendo R$ 400 mil do Ministério do Turismo e R$ 300 provenientes de recursos próprios da Prefeitura. Com a revitalização, o Parque passa a contar com quadra poliesportiva, playground, pista de skate e de caminhada, lago com pedalinhos e restaurante. Além disso, sedia a Secretaria de Saneamento e Meio Ambiente e o Centro de Educação Ambiental (CEA). Na ocasião da inauguração, a programação começou cedo com a apresentação teatral do grupo Compasso de Palhaço. Durante todo o dia, ainda foram realizadas oficinas de malabares, acrobacia de solo e criação de objetos musicais utilizando sucatas ministradas por artistas da Cultura em Rede da Vale. O grupo musical Bartucada foi a grande atração, tocando e cantando para um grande público. Fechando o evento, apresentação cultural do Grupo de Percussão do Palácio das Artes, da Fundação Clóvis Salgado. Na data, aconteceu também a primeira edição do Domingo no Parque, com oficinas de taekwondo, capoeira, caminhada, entre outras atividades.

Santa Bárbara inicia aulas de futebol de campo

A Prefeitura de Santa Bárbara, através da secretaria de Governo e Esportes, inicia na sexta-feira (25) as aulas de futebol de campo da escolinha de esportes. O projeto, intitulado “futebol esperança” vai atender a cerca de 600 crianças e jovens de 05 a 17 anos do município. Os interessados que ainda não fizeram sua inscrição, ainda podem fazer o cadastro na sexta-feira, das 8 às 17 horas, no estádio Raimundo Edson da Costa. Ao todo, serão 600 vagas, sendo 100 para Brumal, 100 para Florália, 100 para Barra Feliz e 300 para São Bernardo, São Vicente e Centro.

Nova iluminação garante mais segurança no Estádio Raimundo Edson da Costa, em Santa Bárbara

Mais segurança e um período maior para a prática de esportes. Esses são os benefícios que a população de Santa Bárbara vai ter com a nova iluminação do estádio Raimundo Edson da Costa. Os trabalhos, realizados pela prefeitura, tiveram início na última semana e devem ser finalizados e inaugurados até o dia 1º de maio, durante a festa do trabalhador. A nova iluminação é toda modernizada, com capacidade cinco vezes maior do que a anterior. Uma novidade é que, além do interior do estádio, a Prefeitura vai clarear todo o entorno do local, garantindo mais segurança para todos que utilizam o espaço, desde os jogadores até os torcedores.

Deputado afirma que disputa pela Prefeitura de Monlevade integra estratégia estadual para crescimento do Partido Verde


O presidente do Partido Verde em João Monlevade, Gustavo Prandini, que participa também do diretório estadual como secretário de Juventude, continua fortalecendo seus contatos em busca de viabilizar uma candidatura a prefeito de João Monlevade. E conta com o apoio da sua legenda e dos deputados verdes.
A afirmação foi feita pelo deputado estadual Agostinho Patrus Filho, com quem Gustavo Prandini almoçou ao lado de diversos prefeitos da região. O encontro foi em um restaurante no bairro ABM, em João Monlevade. Participaram políticos do Médio Piracicaba e cidades próximas, como o prefeito de Rio Piracicaba, Antônio Cotta, e o ex-prefeito de Santa Bárbara, Eugênio Arcanjo, o “Nhô”.
Agostinho Patrus disse que a disputa pela Prefeitura de João Monlevade faz parte da estratégia do partido em nível estadual como forma de promover o fortalecimento dos verdes. Itabira, com o pré-candidato Damon de Sena, São Domingos do Prata, com Luiz Carlos de Castro Buião, e Ipatinga, com a deputada estadual Rosângela Reis, são outros municípios na região onde o PV pretende ter candidatos a prefeito.
Outro reflexo do apoio do partido a Gustavo Prandini ocorreu na semana passada, quando o advogado participou da propaganda partidária dos verdes veiculada na TV.
Na opinião de Agostinho Patrus, Gustavo Prandini é uma das principais revelações políticas na região nos últimos anos. “Conhecemos bem o compromisso do Gustavo Prandini com as lutas sociais em defesa dos menos favorecidos. Sua visão empreendedora e seu espírito de luta são características essenciais para um político”, disse o deputado.
Gustavo Prandini disse que continua trabalhando pela sua pré-candidatura, integrando a União Compromisso e Verdade!, um grupo que reúne 11 partidos com o objetivo de indicar o melhor nome para a disputa majoritária em outubro. Ele e a vice-prefeita Conceição Winter (PMDB) são os nomes com mais chances de receberem o apoio das outras legendas integrantes do grupo que tem ainda PT, PDT, PSB, PRB, PRTB, PCdoB, DEM, PR e PSL.
“O PV foi fundado em João Monlevade no ano de 2002. Desde então temos nossos objetivos bem traçados. Já na fundação do partido anunciamos que pretendíamos ter chapa de vereadores nas eleições de 2004 e trabalharíamos para participar de forma decisiva com um candidato a prefeito em 2008. Continuamos construindo isto. Este é o nosso objetivo agora, além de termos uma boa chapa de pré-candidatos a vereador”, destacou Gustavo Prandini.

24 de abril de 2008

Quarteto de Trombones Trombominas se apresenta em Santa Bárbara

Santa Bárbara recebeu, no feriado do dia 21 de abril, a belíssima apresentação do Quarteto de Trombones Trombominas. O show foi realizado na igreja Matriz de Santo Antônio e contou com um grande público, que ficou encantado com a performance do grupo. A apresentação faz parte do projeto Trombones nas montanhas de Minas, que visa aproximar o público da música erudita e quebrar o mito de que a música clássica se situa em um lugar distante e inacessível a maioria das pessoas. Além de Santa Bárbara, o Quarteto está se apresentando em várias outras cidades como João Monlevade, São Gonçalo do Rio Abaixo, Barão de Cocais, Catas Altas, Itabira, Rio Piracicaba, Nova Era, Alvinópolis e São Domingos do Prata.

19 de abril de 2008

Ânimos acirrados na reunião da Câmara de São Gonçalo

Os ânimos se acirraram entre os vereadores durante a última reunião ordinária da Câmara Municipal do Rio Abaixo, ocorrida na quinta-feira, 17.

A Casa Legislativa são-gonçalense ficou totalmente lotada, já que o presidente Luzimar da Fonseca, o Buzica, enviou convites a estudantes, representantes de entidades e ao prefeito municipal, Raimundo Nonato Barcelos, o Nozinho, com intuito que fossem esclarecidos boatos sobre possíveis cortes em diversas áreas sociais e cuja responsabilidade seria da Câmara.

Inúmeros estudantes da cidade, que haviam recebido promessas de benefícios de 50% de bolsas de estudo por parte da Prefeitura e que até o momento não haviam visto a cor do dinheiro, compareceram à Câmara, visando entender o motivo pelo qual a promessa do prefeito não havia se concretizado, mesmo após dois meses desde a aprovação do projeto pela Câmara que concedia o benefício.

Segundo os estudantes, eles teriam recebido informações por parte da Prefeitura de que o benefício havia sido cancelado porque a Câmara havia entrado com ação na Justiça proibindo a distribuição das concessões.

Durante a reunião, o vereador Gladston de Castro, fazendo uso da Tribuna, iniciou o debate sobre o assunto, comentando: "Fico feliz de poder estar aqui hoje diante desse grande público, pois aqui vocês conhecerão a verdade. Esse governo, desde o início, vem tentando se sustentar com mentiras. Primeiro falou que administrou o primeiro ano com a mesma arrecadação dos prefeitos anteriores. Mentira. Posteriormente foi comprovado que a Prefeitura arrecadou 22 milhões, enquanto a média anterior era 5 milhões (de reais)", disparou.

Continuando o discurso, o vereador falou sobre a situação atual, sobre os boatos que alastraram pela cidade, segundo ele, plantados pela Prefeitura. Gladston se dirigiu ao público e perguntou: "Quem cortou as bolsas? Primeiro elas nem foram concedidas, como alguém pode tirar uma coisa que não deu?", disparou.

Gladston lembrou que na reunião do dia 17 de fevereiro, quando foi aprovado o projeto, ele havia dito que ouvira boatos na cidade que os vereadores da oposição não aprovariam o projeto, "mas acabou que o projeto foi aprovado por todos", disse.

De posse de um documento, o vereador se dirigiu mais uma vez ao público e informou: "Estou aqui com a denúncia que foi feita contra a Prefeitura. Está claro aqui que a denúncia diz respeito a publicidade ilegal, propaganda eleitoral extemporânea e abuso de poder econômico, não tem nada de bolsa de estudo. Sobre as bolsas, a única coisa que tem é sobre a publicidade que o prefeito fez. Ele fez a maior propaganda que conseguiu isso e conseguiu aquilo, então ele é que responda porque cortou, ou porque não liberou as bolsas e não venha querer fazer politicagem não", afirmou. O parlamentar ainda completou: "e além do mais ele usou dessa denúncia para jogar a população contra os vereadores, dizendo que teria que cortar transporte escolar, subvenções de entidades e contratações, isso é mentira e a verdade irá aparecer".

Dando seqüência à reunião, o vice-presidente da Casa, vereador Marlon Pessoa, defendeu o prefeito afirmando que a denúncia citava sim as bolsas e que elas ainda não haviam sido liberadas porque a Prefeitura teria que organizar a relação de bolsistas. Marlon criticou o colega dizendo que ele cobra muito, mas não havia comparecido à audiência pública feita pela Prefeitura.

Gladston pediu aparte e disse que mais uma vez a Prefeitura tenta enganar o povo, pois, segundo ele, a audiência pública tem que acontecer na Câmara, conforme exige a lei.

Marlon continuou defendendo o prefeito e disse que diferente do que Gladston havia informado, a administração anterior, em seu último ano teria arrecadado R$ 11 milhões.

Mais denúncias

Depois foi a vez do vereador José Afonso fazer uso da palavra. O parlamentar fez inúmeras denúncias de irregularidades na administração, destacando a questão da manutenção das estradas rurais. "Essa administração é cheia de mentiras. Não temos nada haver com a questão das bolsas, pois aprovamos o projeto que o Executivo enviou. A Prefeitura colocou pessoal dela pra de madrugada ir aos ônibus escolares dizer aos estudantes que seus benefícios seriam cortados. Um absurdo. E como existem tantas irregularidades por aí não duvido que essa seja mais uma. Estou aqui pra defender a população do meio rural e estamos sofrendo com as péssimas condições das estradas e tomi (sic) conhecimento que tem uma empresa aí, Cecel, que está levando desde 2007 dois contratos de mais de um milhão e meio (de reais) pra conservar as estradas. Nunca vi uma patrol dessa empresa por onde ando e a própria estrada comprova que não está tendo esse serviço", denunciou.

Fonte: Jornal Bom Dia

Vereadores trocam acusações

A reunião ordinária da Câmara são-gonçalense dessa quinta-feira, 17, se transformou em um bate-boca quando o vereador Ailton Figueiredo fez o uso da palavra. Ailton teceu duras críticas ao que ele chamou de "grupo dos poderosos que dominavam a cidade", criticando o presidente da Comissão Provisória do PSDB, Ulisses Guimarães Fonseca. "Esse grupo acha que pobre não tem vez. Eu, pobre, fui o vereador mais votado. Guardem esse nome, Ulisses Magalhães (sic) Fonseca. Agora lançaram aí um documento falso dizendo que minha filha tinha recebido bolsa integral. Pois a Unipac está acionando seu jurídico para apurar esses fatos. Eu trabalho, minhas despesas são pagas com suor e aqui estão todos os comprovantes de que eu paguei a Unipac", afirmou, enquanto balançava alguns papéis.

O vereador ainda acusou a Câmara de não prestar contas, o que foi retrucado pelo presidente e desmentido pelo colega e líder do governo, Sebastião Amaro, o Tião Chinelo.

Diante das colocações do vereador, o presidente Buzica solicitou que ele repassasse cópias dos comprovantes para todos, demonstrando sua inocência, porém o vereador apenas abanou os papéis e não entregou a ninguém, mas continuou debatendo com o presidente dizendo que o mesmo havia gasto R$ 100 mil em publicidade. Buzica retrucou dizendo que os investimentos da Câmara foram com publicações exigidas pela lei, sendo que, por outro lado, a Prefeitura em 2007 havia gasto mais de R$ 500 mil com propaganda e rebateu: "Pois bem vereador, você está questionando a idoneidade dessa casa sem, entretanto, poder provar, pois o que fala não é verdade, mas você nem pode falar tudo isso já que, apesar de ser vereador dessa Casa com salário de R$ 1,4 mil (na verdade R$ 1.715,00) recebeu material da Prefeitura alegando carência", disse, mostrando um documento ao público presente. "E esse não é falso não, é original com firma reconhecida em cartório", disparou.


Diante do fato, o vereador Ailton afirmou que se ele tiver errado, que acione a Justiça, sendo informado que isso acontecerá.


"Prefeitura agiu de má fé", acusam vereadores

Os vereadores de oposição informaram que a Prefeitura, além de fazer "terrorismo" com o fato da denúncia, agiu de má fé perante os estudantes e toda comunidade.

Gladston informou que o projeto apresentado pelo prefeito havia recebido recomendações do advogado Dr. Adilson Prates, conforme nota técnica que acompanhou o projeto para ser sancionado pelo prefeito.

A Nota Técnica esclarecia que a projeto poderia ser aprovado pela Câmara, não implicando em infração eleitoral para os membros do Legislativo, mas, conforme a lei, geraria uma temeridade e poderia ser questionado pelo Ministério Público Eleitoral, recaindo a responsabilidade para o prefeito.

Gladston informou também: "tudo leva a crer que o prefeito agiu de má fé e tentou ludibriar os estudantes e nossa comunidade. Pois primeiro ele mandou o projeto em cima da hora, na sexta-feira antes do carnaval para ser votado na quinta-feira, após a quarta-feira de cinza. Depois saiu um boato que não aprovaríamos o projeto. Aí aprovamos o projeto e o mesmo foi enviado pra ele com a ressalva, mesmo assim ele fez grande propaganda dizendo que tinha criado projeto para beneficiar os estudantes. Aí eu pergunto: será que ele com aquele batalhão de advogados, não sabia que estaria descumprindo uma lei? E porque não enviou o projeto em 2007, no final do ano. Se ele tivesse feito isso, aí sim ele estaria ajudando os estudantes, mas ele acabou de provar que está é usando o povo, usando os estudantes para fazer politicagem, mas a verdade é mais forte que isso tudo e uma hora todos saberão", concluiu o vereador.

Fonte: jornal Bom Dia

13 de abril de 2008

Santa Bárbara recebe novo delegado


O município de Santa Bárbara conta com mais um reforço para trabalhar em prol da segurança pública. Já está atuando na 27ª Delegacia Regional de Santa Bárbara, o novo delegado Domiciano Ferreira Monteiro de Castro Neto.
“Espero contribuir para a melhoria da segurança pública de Santa Bárbara e resolver diversas situações que estavam pendentes por conta da falta de um titular”, destacou.
Assim que chegou à cidade, o novo delegado já se reuniu com diversas autoridades, entre elas o prefeito Toninho Timbira, o promotor, o juiz e o comandante da Polícia Militar. “O tripé da Justiça deve caminhar unido. O Ministério Público oferece a denúncia com base no Relatório do Inquérito Policial. O Judiciário, por sua vez, só tem subsídios para condenar se as investigações tiverem sido realizadas corretamente, já que a autoria e a materialidade delituosa quase sempre são perdidas com o decorrer do tempo”, explica.
“Minha intenção é trabalhar em conjunto visando mais agilidade aos Inquéritos e consequentemente responder em tempo aos anseios sociais por justiça”, completa.
“Fico muito honrado de estar atuando em Santa Bárbara. Vamos atuar em prol da segurança e contra a criminalidade crescente. Vim para trabalhar, mas preciso da colaboração de todos para realizar um bom trabalho. O apoio da Prefeitura e da PM será fundamental para minimizar o prejuízo imposto pela escassez de recursos da estrutura à minha disposição.”, afirma Domiciano.
“O sistema de Segurança Pública de nossa cidade já vinha enfrentando problemas. E nós precisávamos tomar uma atitude para reverter esse quadro. Entendíamos que a solução seria de ordem material, mas não era bem assim. Por isso, o sentimento geral da população era de que tivéssemos um novo delegado. E ele está aqui agora”, reforça o prefeito Toninho Timbira.

Santa Bárbara fica em 3º lugar no Programa de Avaliação da Alfabetização

Santa Bárbara é destaque mais uma vez na educação. O resultado do Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa), programa do Governo do Estado, divulgado recentemente, mostrou que o município ficou em terceiro lugar, em uma lista de 18 cidades da região Metropolitana A.
Na média geral, Santa Bárbara conquistou pontuação de 551,9, por meio da avaliação feita com 344 alunos do 3º ano (antiga 2ª série). A média estadual (no 3º ano) foi de 507,3. Em 1º lugar ficou Rio Manso (647,3) e, em segundo, Belo Vale (564,4).
De acordo com a avaliação, com essa pontuação, os alunos santabarbarenses possuem habilidades de leitura consolidadas. Também já conseguem identificar assuntos com os temas de textos curtos.
Comparando o desempenho do município nas avaliações realizadas em 2006 e 2007, Santa Bárbara apresentou crescimento significativo, saltando de 512,87 para 551,90. Em 2006, foram avaliados 400 alunos, sendo que 50,5% (205 estudantes) atingiram o nível recomendável, com pontuação acima de 500; 24,3% (94 alunos) atingiram o nível intermediário; e 25,2% (101 alunos), o nível baixo.
Em 2007, dos 344 alunos avaliados, 69% (237 estudantes) atingiram o nível recomendável; 14% (49 alunos), o nível intermediário; e 17% (58 alunos), o nível baixo.
Algumas escolas atingiram pontuação acima de 600, o que significa que seus alunos apresentam habilidades de leitura, como estabelecer relações de causa e conseqüência e formulam hipóteses sobre o assunto de um texto.
No ranking das escolas municipais santabarbarenses, a colocação ficou na seguinte ordem: Iveta Moreira Novais (Tenente Carlos): 688,1; Raimundo Linhares (André do Mato Dentro): 673; Chico Severino (São Vicente): 638,5; Professor Guedes (Vigário da Vara): 601,7; Aracy Novais (Cruz dos Peixotos): 586,3; Cecília Álvares Duarte (Brumal): 537,9; Marphiza Magalhães Santos (Ana Margarida): 518,5; Irmã Amandina Maria (São Bernardo): 510,5; Colégio Municipal Afonso Pena (Comap) (Centro): 507,3; Maria de Lourdes Pereira (Florália): 497; Laudelina Antônia Gonçalves (Barra Feliz): 472,3; Conceição do Rio Acima (Conceição do Rio Acima): 467,6; e João Lopes Faria (Sumidouro): 451,3.
O Proalfa é um programa do Governo do Estado que está em sua terceira edição. O programa avalia alunos das redes municipais e estaduais, do 2º ao 4º ano, quanto às suas proficiências em leitura.

11 de abril de 2008

Prefeitura paralisa processo para concessão de bolsas


A Prefeitura de São Gonçalo paralisou esta semana o processo de seleção para a concessão de bolsas de estudos a alunos comprovadamente carentes residentes na cidade. Segundo informações da Assessoria de Comunicação do Executivo, a decisão foi tomada após sugestão do juiz eleitoral, que notificou na segunda-feira, 7, o prefeito Raimundo Nonato Barcelos, o Nozinho, com base em uma representação/denúncia do PSDB local.

Por telefone, o assessor de Comunicação, Ricardo Torres, informou que a decisão visa evitar problemas futuros que possam prejudicar entidades locais, como, por exemplo, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e Associação de Artesãos, que recebem subvenções da Prefeitura. "O juiz eleitoral falou com o Edson (assessor jurídico) para evitar problemas com a questão das entidades, que também poderiam ser prejudicadas", afirmou.

A suspensão ocorreu na mesma semana em que o prefeito foi notificado pela Justiça Eleitoral por propaganda extemporânea e abuso de poder econômico. Além de paralisar o processo de concessão das bolsas, a Prefeitura, segundo informou a Assessoria de Comunicação, poderia também suspender a gratuidade do transporte de alunos que estudam fora de São Gonçalo. Contudo, a informação não foi confirmada.

Tão logo a decisão se tornou pública, houve uma manifestação, no final da tarde dessa quarta-feira, 8, com participação de aproximadamente 15 pessoas que estariam imputando a responsabilidade das possíveis perdas das bolsas à denúncia feita pelo PSDB, o que foi contestado pelo Cartório Eleitoral.




Notificação não impede concessões

A notificação recebida pelo prefeito Nozinho para apresentar defesa – entregue nessa quarta-feira – não tinha como objeto a concessão das bolsas de estudo e, por este motivo, segundo informações do Cartório Eleitoral de Santa Bárbara, não implicaria na suspensão do benefício. De acordo com o Cartório, a notificação tinha como fundamento apenas informar ao prefeito que ele tinha um prazo – no caso, 48 horas – para apresentar defesa, se assim desejasse.

A Prefeitura alega que a paralisação ocorreu após sugestão do juiz eleitoral, dada ao assessor jurídico do Executivo, que foi analisada e acatada. Não há previsão para que a concessão seja normalizada, pois, segundo informou a Assessoria de Comunicação, inicialmente ela deve durar até que haja uma decisão da Justiça Eleitoral quanto à representação do PSDB.

De acordo com a Assessoria, entre 110 e 120 alunos de baixa renda estavam no processo de seleção e receberiam, este mês, a primeira parcela referente a 50% de bolsa de estudos para cursos superiores. Contudo, não foi informado se deste total, parte já recebia o benefício da Unipac, quando esta era subsidiada pela Prefeitura com o repasse destinado ao financiamento de bolsas.

Outras informações sobre os beneficiários e o sistema de concessão de bolsas pelo setor de Ação Social da Prefeitura seriam repassadas no final da tarde, por e-mail, pela Assessoria. Porém, no início da noite o assessor Ricardo Torres informou, por telefone, que não mais responderia a questionamentos sobre o assunto, embora tenha se comprometido a fazê-lo poucas horas antes.

O juiz eleitoral Alexandre Cardoso Bandeira foi procurado para comentar a decisão da Prefeitura, mas não foi localizado.

Fonte: Jornal Bom Dia

10 de abril de 2008

Presidente da Câmara esclarece boatos

Após a notificação do prefeito Nozinho pela Justiça Eleitoral, boatos circularam pela cidade dando conta que o presidente da Câmara Municipal, vereador Luzimar da Fonseca, o Buzica, e seu partido (PSDB) foram os responsáveis pela possível perda das bolsas de estudos dos alunos contemplados pelo projeto aprovado no início do ano na Casa Legislativa.

Buzica foi categórico: "Estão querendo fazer politicagem com o fato. Gostaria de esclarecer que as denúncias feitas pelo presidente do partido, Ulisses Guimarães Fonseca, não têm nada haver diretamente com as concessões de bolsas de estudo, mas sim, com a publicidade que o prefeito fez", afirmou, frisando ainda que a Câmara se esforçou para aprovar o projeto rapidamente e não prejudicar os alunos. Se referindo à propaganda incorreta, o presidente da Câmara ainda completou: "Agora estão querendo jogar a culpa na gente. Quem cometeu o erro foi ele. Se ele tivesse feito a publicidade conforme manda a lei nada disso teria acontecido. Além do mais, com os milhões que a Prefeitura está arrecadando, o prefeito já poderia estar concedendo bolsas de estudo desde o primeiro ano de seu mandato. Ele veio com esse projeto agora simplesmente porque estamos em ano eleitoral, porque não deu as bolsas antes. pois dinheiro sempre teve, e muito", disparou o vereador.



Prefeitura se defende

Segundo informações da Prefeitura, as bolsas ainda não haviam sido concedidas, porque os interessados estavam passando por um processo de seleção na Secretaria de Ação Social, mas por ordem da Justiça, todos os procedimentos estão suspensos. Sobre o fato de ter levado o projeto à votação em ano eleitoral, a Prefeitura justificou: "Por força da lei nº 635 de 07 de fevereiro de 2006, o município de São Gonçalo do Rio Abaixo concede subvenção a Unipac para que esta entidade financie bolsas universitárias, portanto, trata-se de programa autorizado em lei e já em execução orçamentária nos exercícios anteriores. Vale salientar que foi alegado ainda que a prefeitura dá subvenção a entidades e que isso seria eleitoreiro, mas essas subvenções são feitas também desde exercícios anteriores", informou a Assessoria.

Fonte: Jornal Bom Dia

Nozinho é notificado pela Justiça Eleitoral

O prefeito Raimundo Nonato Barcelos (PDT), o Nozinho, prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, foi notificado pela Justiça Eleitoral, na terça-feira, 7, com prazo de 48 horas para apresentar defesa diante uma denúncia/representação feita pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) a 245ª Zona Eleitoral de Santa Bárbara. Entre as denúncias apresentadas destacam-se propaganda eleitoral extemporânea, promoção pessoal e distribuição de verbas e bens a entidades e pessoas em período proibido pela Lei n 11.300, de 10 de maio de 2006. Ainda de acordo com a representação, o prefeito fez e vem fazendo propaganda eleitoral extemporânea promovendo sua pessoa com recursos públicos.

Segundo a denúncia, Nozinho infringe o disposto no art. 37, § 1º da Constituição Federal de 1988, quando publica, com recursos públicos, na mídia falada e escrita e ainda na internet, propaganda de obras e serviços, estampando símbolos e fotos pessoais, enaltecendo a sua pessoa e sua administração, de forma acintosa.

Conforme reza o art. 37, § 1º da Constituição Federal, "a publicidade dos atos, programas, obras e serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridade ou servidores públicos".

Na representação é pedida a abertura de ação contra Nozinho a fim de lhe imputar as penalidades previstas na legislação que são: cancelamento do registro de candidatura e/ou multa de 20 a 50 mil Ufir’s.




Propaganda Extemporânea

O motivo que culminou na denúncia contra Nozinho na Justiça Eleitoral foi o fato da Prefeitura ter feito extensa publicidade referente à aprovação, pela Câmara Municipal da cidade, do projeto que concedia 50% de bolsas de estudo a alunos de nível superior moradores do município.

Após a aprovação do projeto pela Câmara, a Prefeitura veiculou anúncios em rádios, na internet, na página da Prefeitura e ainda em jornais e no informativo municipal com a manchete: "Nozinho cria lei que facilita acesso à educação", o que, segundo a lei, não é permitido. A Prefeitura justificou afirmando que essa divulgação "foi feita em caráter informativo visando dar transparência aos atos da administração".

Na época o projeto gerou uma crise interna na base aliada do prefeito na Câmara, onde o vereador Tião Chinelo reivindicou a autoria do projeto para si e o também vereador Marlon havia apresentado indicação para concessão de bolsas.

Na ocasião, o líder do prefeito na Câmara, vereador Tião Chinelo, ainda disse que os 50% eram pouco, diante da arrecadação do município, mas já ajudaria.

Entretanto, essa não foi a única desobediência à legislação federal. Dezenas de outras publicidades caracterizaram promoção pessoal e propaganda eleitoral extemporânea, demonstrando total revelia à legislação.

Fonte: Jornal Bom Dia

7 de abril de 2008

Santa Bárbara participa do Dia de Campo em Congonhas



Um grupo de 12 pecuaristas de Santa Bárbara esteve em Congonhas, no último dia 27 de março, participando do Dia de Campo sobre Manejo Sustentável do Solo e da Água.
Segundo o engenheiro agrônomo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) de Santa Bárbara, Edson Custódio da Silva, no Dia de Campo foram abordados a conservação de estradas, solos e proteção de nascentes, integração da lavoura/pecuária, cultivo de forrageiras (capineira e canavial) e plantio direto.
O encontro contou com as apresentações dos profissionais da Emater, Embrapa e Epamig.
A visita ao Dia de Campo teve como finalidade conhecer o projeto para avaliar a possibilidade de implantar modelo semelhante no município, visando proporcionar o desenvolvimento da pecuária na cidade e região.
Reunião – Já no dia 28 de março, a Prefeitura, representada pela Emater, realizou mais uma edição da reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS). O encontro aconteceu no Parque Recanto Verde e teve como pauta a Exploração do óleo de Candeia.
A reunião entre a empresa Citróleo, o Poder Público Municipal e Representante das Comunidades Rurais teve como proposta discutir a exploração da Candeia no município, visando à implantação de um plano de manejo para exploração do produto. Além disso, visou organizar os agricultores em cooperativa para fornecimento de matéria-prima para que a empresa Citróleo possa se instalar no município gerando emprego, renda e desenvolvimento sustentável.

1 de abril de 2008

Prefeitura inicia construção do Senai Obra tem prazo de execução de 150 dias


A Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Rio Abaixo iniciou a obra da sede do Senai no município. A empresa responsável pela obra, a Construtora CGL, já mobilizou seus funcionários e máquinas para o local e já deu início a locação da obra e fundação da construção de 848 metros quadrados, num terreno de 2.304 metros quadrados, que contará com três salas de aulas, salas para diversas oficinas, banheiros cantinas e salas administrativas.
O Senai é um dos mais importantes pólos nacionais de geração e difusão de conhecimento aplicado ao desenvolvimento industrial. Com ele, São Gonçalo entrará no grupo de cidades que contam com escolas formadoras de profissionais para as grandes indústrias, com cursos voltados para a formação profissional de jovens, gratuitamente.
A obra custará em torno de R$920 mil e está sendo construída na Rua Januária, esquina com a Rua Raimundo Mateus, no bairro Guanabara.
Para o prefeito Raimundo Nonato Barcelos, Nozinho, que havia dado a ordem de serviço no final de fevereiro, com o Senai a cidade vai oferecer formação técnica gratuita aos jovens para que eles busquem uma melhor colocação no mercado de trabalho, formando mão-de-obra qualificada para a indústria da região e do Estado.

Minas teve o maior número de inscritos no programa de estágio da Vale

Pelo segundo ano consecutivo, Minas Gerais foi o estado com o maior número de candidatos inscritos no programa de estágios da Vale, cujo prazo de inscrição foi encerrado nesta segunda-feira, dia 31/03. A empresa teve 39.000 inscritos, o que dá uma relação de 130 candidatos por vaga. Minas representou 16.300 inscrições.

São Gonçalo celebrou a Semana Santa com diversas atividades



A Semana Santa em São Gonçalo do Rio Abaixo contou com extensa programação religiosa e cultural. As festividades da Paixão de Cristo tiveram início com a Bênção de Ramos em diversas comunidades do município, na segunda-feira, 16.
Durante toda a semana foram realizadas diversas atividades religiosas, como missas, procissões e vigílias. Na quinta-feira foi celebrada a missa solene de lava-pés na Igreja Matriz.
Na sexta-feira, 22, o Grupo Teatral Anglo, de Sete Lagoas, com a atuação de 16 atores são-gonçalenses, apresentou a encenação do teatro Paixão e Morte de Jesus, no adro da Igreja Matriz. Neste dia foi realizada, ainda, a Via-Sacra na comunidade do Bairro Santa Efigênia (Patrimônio) e confissão comunitária para jovens.
A programação seguiu até o domingo de Páscoa, 23, com missa para as crianças, procissão do triunfo e benção do santíssimo durante a manhã e missa solene de Páscoa na Igreja Matriz, a noite. Na parte da tarde também foram celebradas missas em diversas comunidades.

Vida e morte de Cristo encantam fiéis na semana santa de Santa Bárbara



Os últimos passos de Jesus Cristo na terra emocionaram os fiéis em Santa Bárbara durante a semana santa. A vida e morte de cristo foram retratadas através da peça Passos da Agonia, do grupo Âncora Companhia de Teatro.
A peça foi encenada em três dias (20, 21 e 22 de março) no Ginásio Emília Mendes da Fonseca e reuniu um grande público.
“Muito bonita a apresentação. Adorei e me emocionei, principalmente com a crucificação de Jesus. É uma cena muito triste”, disse Maria Eulália.
Passos da Agonia retrata a vida de cristo e foi contada em três partes, uma em cada dia: Vida (Prólogo; sermão da montanha; Jesus e Maria; Judas e Madalena; Anãs, Caifás, Jacó e Judas; e Remorço de Judas); Morte (Santa Ceia; Horto das Oliveiras; Jesus perante Pilatos; e caminho e crucificação); e Ressurreição.
Neste ano, a peça Passos da Agonia trouxe novidades. Uma delas foi a vinda do ator de Belo Horizonte Wdson Fernandes para fazer o papel de Jesus Cristo. Além disso, muitos efeitos especiais abrilhantaram o evento, que contou com total apoio e parceria da Prefeitura de Santa Bárbara.
Este ano, o grupo Âncora completou 33 anos de existência. Já a peça Passos da Agonia, 12 anos.
Além de Passos da Agonia, a semana santa de Santa Bárbara contou com diversas missas, procissões, como a do Depósito, do Encontro, da Soledade e do Enterro, e vigília.

Santa Bárbara empata no seu primeiro jogo da Copa Estrada Real

Santa Bárbara empatou com Bom Jesus do Amparo na sua estréia na III Copa Estrada Real, no último dia 23 em Bom Jesus do Amparo. No placar, foram 3 a 3, sendo dois gols de Breno Viegas e um de Ellesfloriano (Mulinha).
O próximo jogo será realizado em Santa Bárbara, onde o time disputará contra Itabira. Ainda na primeira fase, no dia 6 de abril, contra Barão de Cocais; e no dia 13 de abril, contra São Gonçalo do Rio Abaixo.
Os jogos da III Copa Estrada Real serão realizados em aproximadamente 40 municípios.
A seleção de Santa Bárbara é organizada e supervisionada pela Prefeitura de Santa Bárbara em parceria com a Liga de esportes.
Os atletas santabarbarenses foram convocados pelos técnicos Tarcisio Guedes Magalhães e Francisco Antonio Daniel Zeferino.
A III Copa Estrada Real de Futebol Amador é uma promoção de todas as cidades participantes, por meio de suas prefeituras e ligas esportivas, com as chancelas do Governo de Estado de Minas gerais e do Instituto Estrada Real.
Jogadores – Dida (Arsenal), Robson (Aliados), Shumaka (Arsenal), Thiago Silva (Aliados), Felipe Barros Natividade (Ferrovale), Esquerdinha (Taguatinga), Bruno Silva Sena (Ferrovale), Breno Viegas (Arsenal), Rodnei Julio de Paula (Ferrovale), Robson Melquides (Taguatinga), Vinicius Paulino (Ferroviário), Bruno Cristiano Fonseca (Ferrovale), Lobinho (Arsenal), Edílson Ferreira da Silva (Aliados), Nenen (Arsenal), Ellesfloriano (Ferrovale), Romeu Gonçalves (Ferrovale), Alcemir José Moreira (Aliados), Bruno (Arsenal), Alexandre (Taguatinga), Ronivaldo Pereira dos Santos (Ferrovale), Evandro Teixeira Adriano (C.R.A), Thiago Viegas Anastácio (Arsenal).

Prefeitura de Santa Bárbara constrói banheiro e cozinha na capela/velório de Florália

A Prefeitura de Santa Bárbara iniciou a construção de banheiro e cozinha na capela/velório de Florália.
A medida vem atender a uma antiga reivindicação dos moradores do distrito, que ansiavam por um espaço melhor e mais adequado para velarem seus entes queridos.
Os trabalhos devem se finalizados dentro em breve.

Prefeitura de Santa Bárbara capacita profissionais da educação para prova de geografia do Proava 2008


A Prefeitura de Santa Bárbara está capacitando 197 profissionais da educação (entre professores, coordenadores e diretores), do 2º ao 9º ano, para elaboração de matriz de referência e de itens para prova de Geografia.
A capacitação é necessária já que é a primeira vez que a disciplina será aplicada no Programa de Avaliação da Rede (Proava).
A capacitação também será oferecida para professores de português e matemática, do 6º ao 9º ano, e para os da educação infantil e alfabetização.
Proava - Nesta, que será a 4ª edição do Proava, serão avaliados os cerca de 4100 estudantes da Educação Infantil ao 9º ano do Ensino Fundamental.
A avaliação da Educação Infantil e do 1º ano do Ensino Fundamental será realizada considerando o art. 31 da seção II da LDBEN, mediante atividades contextualizadas e significativas, por meio das quais pode-se observar a evolução das crianças nas quatro Competências Lingüísticas Básicas: falar, escutar, ler e escrever – considerando seu nível de desenvolvimento. E em Matemática, serão avaliadas em situações matemáticas significativas em que terão que utilizar seus conhecimentos prévios.
Do 2º ao 9ª ano, os alunos serão avaliados em geografia, português e matemática.
Em 2007, quase três mil alunos do 2º ao 9º ano foram avaliados quanto aos conteúdos de ciências e história. Nos dois anos anteriores, a avaliação se referiu à língua portuguesa e matemática.
O programa, criado em 2005, tem como principal objetivo possibilitar que a Administração e as escolas analisem o desempenho de cada aluno em relação à escola, cada escola em relação à rede e a rede em relação ao Estado e ao País, além de fornecer informações que permitem que a própria escola e a Administração municipal possam adotar programas e projetos voltados à melhoria da qualidade do ensino.
Iniciou no dia 9 deste mês, mais uma turma do curso de Formação para Professores e Gestores da rede Municipal de Ensino.
Segundo o secretário de Educação, Marcos Antonio Margarida, serão capacitados diretores, coordenadores e professores da 1ª à 8ª séries.
Durante o curso, que vai durar até o dia 29 de maio, os profissionais vão participar de debates, oficinas, trabalhos em grupo e estudos orientados para abordarem diversos temas, entre eles: reflexões sobre os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e Conteúdos Básicos Comuns (CBCs) das disciplinas que serão avaliadas em 2007: O quê? Por quê? Para que e como estudar ciências e história?; O que e como avaliar estas duas disciplinas?; e como será a elaboração de itens de testes do Proava 2007.
Durante as aulas, foi enfatizado que a formulação do Programa é um momento importante na educação de Santa Bárbara já que é uma oportunidade para que todos possam participar da construção do ensino e do que será avaliado.
“É muito importante, pois orienta toda a equipe pedagógica da rede para elaboração da Proposta Pedagógica e também do Proava. Com isso, ficará bem claro o que se deve realmente trabalhar em cada conteúdo, priorizando os descritores curriculares e preparando os estudantes para a vida”, destacou a diretora da Escola Municipal Chico Severino, Luciene Lima Fernandes Machado.
Ao contrário de 2005 e 2006, o Proava (Programa de Avaliação das Escolas) deste ano irá avaliar os alunos (de 1ª a 8ª séries) quanto aos conteúdos de ciências e história.

Centro de Especialidades Odontológicas já está funcionando em Santa Bárbara


O Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Santa Bárbara já é uma realidade em Santa Bárbara.
O centro está funcionando das 7 às 16 horas no prédio da secretária de saúde, na rua Padre Lucindo, s/n, Centro.
Segundo o secretário de Saúde, José do Carmo Silva, o CEO está abrangendo três áreas: prótese, endodontia e pediatria. “O CEO é uma contra-referência ao Programa de Saúde da Família (PSF’s). Ou seja, tudo que não se fizer nos postos, será encaminhado ao CEO, que é um procedimento de média complexidade”, explica.
O CEO conta com três consultórios, compostos por quatro profissionais (protesista, endodontista e duas odontopediatras).

Santa Bárbara joga em casa contra Itabira

O time de Santa Bárbara jogou no dia 30 de março no estádio Raimundo Edson da Costa contra a seleção de Itabira, atual vice-campeã da Copa Estrada Real.
No placar, Itabira venceu de 1 X 0 , gol de jogada parada marcado no primeiro tempo. Apesar disso, a equipe de Santa Bárbara jogou com muita garra e teve várias oportunidades para reverter o placar.
O próximo jogo será realizado no dia 6 de abril, em Santa Bárbara, onde o time disputará contra Barão de Cocais, precisando vencer para se classificar para a fase seguinte. No dia 13 de abril, jogará contra São Gonçalo do Rio Abaixo, na cidade do adversário.
Os jogos da III Copa Estrada Real serão realizados em aproximadamente 40 municípios.
A seleção de Santa Bárbara é organizada e supervisionada pela Prefeitura de Santa Bárbara em parceria com a Liga de esportes.
Os atletas santabarbarenses foram convocados pelos técnicos Tarcisio Guedes Magalhães e Francisco Antonio Daniel Zeferino.
A III Copa Estrada Real de Futebol Amador é uma promoção de todas as cidades participantes, por meio de suas prefeituras e ligas esportivas, com as chancelas do Governo de Estado de Minas gerais e do Instituto Estrada Real.
Jogadores – Dida (Arsenal), Robson (Aliados), Shumaka (Arsenal), Thiago Silva (Aliados), Felipe Barros Natividade (Ferrovale), Esquerdinha (Taguatinga), Bruno Silva Sena (Ferrovale), Breno Viegas (Arsenal), Rodnei Julio de Paula (Ferrovale), Robson Melquides (Taguatinga), Vinicius Paulino (Ferroviário), Bruno Cristiano Fonseca (Ferrovale), Lobinho (Arsenal), Edílson Ferreira da Silva (Aliados), Nenen (Arsenal), Ellesfloriano (Ferrovale), Romeu Gonçalves (Ferrovale), Alcemir José Moreira (Aliados), Bruno (Arsenal), Alexandre (Taguatinga), Ronivaldo Pereira dos Santos (Ferrovale), Evandro Teixeira Adriano (C.R.A), Thiago Viegas Anastácio (Arsenal).


O time de Santa Bárbara jogou no dia 30 de março no estádio Raimundo Edson da Costa contra a seleção de Itabira, atual vice-campeã da Copa Estrada Real.
No placar, Itabira venceu de 1 X 0 , gol de jogada parada marcado no primeiro tempo. Apesar disso, a equipe de Santa Bárbara jogou com muita garra e teve várias oportunidades para reverter o placar.
O próximo jogo será realizado no dia 6 de abril, em Santa Bárbara, onde o time disputará contra Barão de Cocais, precisando vencer para se classificar para a fase seguinte. No dia 13 de abril, jogará contra São Gonçalo do Rio Abaixo, na cidade do adversário.
Os jogos da III Copa Estrada Real serão realizados em aproximadamente 40 municípios.
A seleção de Santa Bárbara é organizada e supervisionada pela Prefeitura de Santa Bárbara em parceria com a Liga de esportes.
Os atletas santabarbarenses foram convocados pelos técnicos Tarcisio Guedes Magalhães e Francisco Antonio Daniel Zeferino.
A III Copa Estrada Real de Futebol Amador é uma promoção de todas as cidades participantes, por meio de suas prefeituras e ligas esportivas, com as chancelas do Governo de Estado de Minas gerais e do Instituto Estrada Real.
Jogadores – Dida (Arsenal), Robson (Aliados), Shumaka (Arsenal), Thiago Silva (Aliados), Felipe Barros Natividade (Ferrovale), Esquerdinha (Taguatinga), Bruno Silva Sena (Ferrovale), Breno Viegas (Arsenal), Rodnei Julio de Paula (Ferrovale), Robson Melquides (Taguatinga), Vinicius Paulino (Ferroviário), Bruno Cristiano Fonseca (Ferrovale), Lobinho (Arsenal), Edílson Ferreira da Silva (Aliados), Nenen (Arsenal), Ellesfloriano (Ferrovale), Romeu Gonçalves (Ferrovale), Alcemir José Moreira (Aliados), Bruno (Arsenal), Alexandre (Taguatinga), Ronivaldo Pereira dos Santos (Ferrovale), Evandro Teixeira Adriano (C.R.A), Thiago Viegas Anastácio (Arsenal).